Search
  • Santa Casa Guaçuí

Central de Esterilização garante qualidade no atendimento a pacientes da Santa Casa de Guaçuí


A Central de Material Esterilizado (CME) é uma unidade de apoio técnico a todas as unidades assistenciais. Ela é responsável pelo processamento de instrumentos e roupas cirúrgicas, entre outros. Na Santa Casa de Misericórdia de Guaçuí, são esterilizados uma média diária de 600 pacotes com materiais utilizados pelos diversos setores do hospital.

Segundo a enfermeira Daniela da Rocha Almança, a CME é como se fosse o coração do hospital. “A Central é responsável por fornecer os materiais usados em todos os procedimentos realizados no hospital, desde um simples curativo até uma cirurgia mais complexa, garantindo a entrega de itens livres de contaminação e com segurança. Trata-se do coração do hospital. Tudo passa por aqui e começa por aqui”, explica Daniela, que é responsável pelo Serviço de Controle de Infecção Hospitalar.

Todo processo é monitorado por um controle seguro, que conta com indicadores que fiscalizam produtos e equipamentos para o preparo e esterilização de artigos médico hospitalar. A enfermeira detalha todo o processo da central. “Esse processamento envolve a limpeza, o preparo do artigo, o preparo da carga de esterilização, a esterilização, a guarda e distribuição dos artigos a todas as unidades consumidoras da instituição”, diz Daniela Almança.

A central de esterilização, que teve investimento superior a R$ 419 mil, possui autoclave, Termodesinfectadora, Lavadora Ultrassônica, Secadora de Materiais automatizada, onde todos os processos de esterilização e desinfecção são realizados.

“Esses equipamentos passam por processo de validação anualmente, garantindo a eficácia de seu funcionamento. O nosso processo de limpeza de canulados, além da limpeza manual, é submetido a lavadora ultrassônica. a central também conta com o processo de termodesinfecção de materiais respiratórios, um serviço oferecido por poucos hospitais públicos no EspÍrito Santo. Trata-se de uma técnica mais moderna para o tratamento destes materiais (como tubos para anestesia cirúrgica, por exemplo), que oferecem maior segurança no atendimento ao paciente e colabora com o controle de infecção dentro do hospital”, conta a enfermeira.

Tudo isso é feito com uma monitoração dos parâmetros dos ciclos e controle dos indicadores. Os ciclos são estratificados em relatórios de indicadores mensais, caracterizando a gestão como prática essencial ao setor.


A atenção de saúde com qualidade e segurança, entre outras características, é a missão de todos os serviços de saúde. E evitar que as infecções associadas à atenção de saúde ocorram é parte importante dessa missão. A central de material e esterilização da Santa Casa de Misericórdia se dedica, exclusivamente, a evitar que ocorra a transmissão de infecção dentro dos serviços de saúde, prestando um serviço de qualidade, monitorado e contando com equipamentos de última geração destinados ao serviço.

“A nossa missão é que todos os materiais sejam entregues com segurança, através do processamento de qualidade para atendimento eficaz aos pacientes. Toda a Equipe é treinada mensalmente, para a correta operação das máquinas, garantindo, desta forma, a qualidade do serviço prestado pela Santa Casa”, ressalta Daniela Almança.


12 views

Rua Drº Nilton Gomes Figueiredo, 7 - Guaçuí, ES 29560-000

Tel: 028-3553-0479 / 028-3553-0492

  • Instagram - White Circle
  • White Facebook Icon